Orientações bíblicas para combater a ansiedade

Filipenses 4.6-9

 

O apóstolo Paulo nos dá três orientações práticas para vencermos a ansiedade, uma das pragas que tem assolado a alma humana. No caso do cristão, a ansiedade impede o seu testemunho. O cristão ansioso é uma péssima recomendação ao evangelho da graça, da misericórdia e do amor de Deus para o mundo.

 

1. A primeira orientação bíblica para combater a ansiedade é a oração (v.6). Devemos orar ao Senhor, colocando diante dele tudo aquilo que nos aflige, tira a nossa paz, e gera amargura. A promessa de Deus para aquele leva ao Senhor as suas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças, é que a paz de Deus, que excede todo entendimento, guardará o seu coração e a sua mente em Cristo Jesus (v.7).

 

2. Pensar as coisas corretas é a segunda orientação para combater a ansiedade (v.8). As nossas emoções são consequências diretas do nosso pensamento. Paulo ensina que devemos ocupar a nossa mente com coisas que procedem de Deus, e que vão nos ajudar a experimentar essa paz: tudo o que é verdadeiro, respeitável, justo, puro, amável, de boa fama, que tenha alguma virtude, e que seja digno de louvor.

 

3. A terceira orientação para combater a ansiedade é viver corretamente (v.9). O modo como vivemos influencia também em nossas emoções. Nada melhor do que fazer o que é certo, a qualquer preço. Consciência tranquila por agir corretamente não tem preço. Além disso, existe a promessa de que Deus estará com aqueles que praticam os ensinamentos bíblicos, adotando virtudes como a retidão, a honestidade e o amor.

 

Precisamos passar tempo diante do Senhor em oração, evitar pensamentos pecaminosos e estimular pensamentos virtuosos, e por fim, adotar um comportamento bíblico. Dessa maneira estaremos inclinados para o lado oposto da ansiedade: a verdadeira paz!

Compartilhe no Facebook
Please reload

SERMÕES
Please reload

  • Facebook - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • Google Places - o círculo branco

© 2020 Congregação Presbiteriana Ocian.