Sintomas, Diagnóstico e Solução

Como são difíceis alguns dos nossos dias. Usando as palavras do apóstolo, há dias em que não temos nenhum alívio: lutas por fora e temores por dentro (2Co 7.5). Nossa mente comporta um turbilhão de sentimentos e ideias, sob nuvens densas e escuras da nossa alma.

 

Alguns sintomas são inevitáveis em dias assim: ansiedade, agitação, fraqueza e tristeza. Davi registrou um de seus momentos mais difíceis com essas palavras: “Na tua presença, Senhor, estão os meus desejos todos, e a minha ansiedade não te é oculta. Bate-me excitado o coração, faltam-me as forças, e a luz dos meus olhos, essa mesma já não está comigo” (Sl 38.9,10).

 

Percebeu nas palavras de Davi os quatro sintomas? Davi está ansioso, agitado, fraco e triste. Ele diz que sua ansiedade é conhecida por Deus, que seu coração bate excitadamente, que suas forças lhe faltam e que também não está com ele a luz dos seus olhos, ou seja, lhe falta a alegria no olhar.

 

Talvez você viva dias assim. Todos nós vivemos dias assim. Até mesmo aquelas pessoas que aparentemente tem suas vidas bem organizadas e estáveis passam por experiências assim.

 

Se estes – ansiedade, agitação, fraqueza e tristeza – são sintomas, qual é o diagnóstico dessa doença? E qual é o melhor remédio? Desafio você a ler o Salmo 38 antes de continuar sua leitura. Procure nas palavras de Davi o que ele próprio identifica como sendo a raiz do seu problema e qual a solução que ele encontra. Leia todo o Salmo 38 e volte aqui.

 

Conseguiu perceber qual é a causa e a solução que Davi identifica? Se você percebeu que a raiz do problema de Davi é o seu próprio pecado, você acertou. Observe os versos 3, 4 e 18. Ele não culpa Deus, a vida, e os outros. Seus próprios erros o levaram a esse momento de trevas.

 

E quanto à solução? O que Davi diz sobre isso? Se você percebeu que a solução que Davi encontra para o seu problema é a confissão do seu pecado a Deus, a oração sincera e quebrantada ao Senhor, e a confiança na salvação que ele provê, então você acertou. Davi confessa o seu pecado, fala com Deus sobre suas lutas e temores, e declara sua inteira confiança na provisão de salvação da parte Deus. Observe os versos 15, 21 e 22.

 

O pecado nos leva por caminhos de dor e sofrimento, perturbação e tristeza. Mas Deus já proveu para nós a salvação. Em Jesus Cristo a doença da nossa alma é curada. O pecado é perdoado e lançado para longe. Os sintomas não são simplesmente aliviados, são progressivamente eliminados, à medida que crescemos na graça e no conhecimento do Senhor e de sua obra em nosso favor.

Compartilhe no Facebook
Please reload

SERMÕES
Please reload

  • Facebook - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • Google Places - o círculo branco

© 2020 Congregação Presbiteriana Ocian.